Antibióticos causam cáries? – por Dra. Rita Senna

Existem diversos mitos que circundam a Odontologia e, este é um deles. Uma queixa muito corriqueira que ronda consultórios Brasil afora é acerca da utilização de antibióticos e seu suposto potencial causador de cárie no paciente infantil. Porém, os antibióticos não estragam/enfraquecem e/ou causam cárie. Eles são prescritos quando uma infecção está presente e esse irá atuar combatendo os agentes causadores dessa infecção, as bactérias.

Afim de possuir uma melhor aceitação pelo paciente odontopediátrico, esse fármaco frequentemente possui sacarose em sua composição. Além da presença do açúcar, alguns medicamentos possuem, ainda, alta acidez, o que favorece a desmineralização da estrutura dentária.

Acontece que, fazer uso de um medicamento, geralmente de 8 em 8 horas, inclusive de madrugada e durante um longo período de tempo, somado à redução do fluxo salivar e higiene bucal negligenciada, potencializa o risco do surgimento de problemas bucais. Entretanto, vale lembrar que a cárie é uma doença biofilme-dependente. Mas isso é um assunto para um próximo post, ok?

Portanto, para que seja feito o uso seguro de antibióticos sem prejudicar a saúde bucal de seu filho, não se pode abrir mão de uma higiene bucal adequada que será feita através do uso de escova, pasta e fio dental após cada dose ingerida do medicamento.

Rita Azevedo Senna, Cirurgiã Dentista graduada pela Universidade Federal de Pelotas, atua como Clínica Geral em horário comercial e, nos horários livres, pratica a troca de informações odontológicas, pois acredita que conhecimento compartilhado é conhecimento multiplicado!

Outras notícias